O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



Um município forte
se faz com compromissos

A construção social da Paz, assim como o fortalecimento das instituições e os municípios só é possível com a participação do maior número de pessoas comprometidas com os verdadeiros interesses da coletividade. Acima de tudo estão os valores que tornam a realidade da população um fator concreto de desenvolvimento e melhorias reais na sua qualidade de vida.

Um município forte se faz com comprometimento e participação de todos os agentes direta e indiretamente envolvidos no compromisso de criar as condições para que se possa alcançar índices satisfatórios de sustentabilidade, de desenvolvimento econômico e de fortalecimento das bases sociais da sua população.

Estamos assistindo em todo o mundo - e em Extremoz não tem sido diferente – a uma série de transformações numa revolução silenciosa, rápida e freqüente, em que as vezes só percebemos quando essas mudanças já aconteceram. Me refiro entre outras coisas, as mudanças de hábitos e costumes implantadas com o advento das novas tecnologias e, por sua vez, com conseqüências tais como o maior e mais amplo acesso a informação, a oportunidade de sabermos o que acontece aqui e do outro lado mundo no exato momento em que os fatos estão acontecendo. Enfim, vivemos de fato a plenitude do século XXI. É lamentável que muita gente e ai, coloco em primeiro lugar os políticos, não perceberam essa nova realidade.

Faço tais colocações para chamar a atenção da nossa classe política: vereadores, prefeito, lideranças e até mesmo os oportunistas de plantão que continuam a tratar o povo e o município como feudos de ignorantes e desprovidos de cultura política. Extremoz precisa urgentemente sair da condição de subdesenvolvimento. Tanto econômico e Social.

Fico profundamente incomodado quando vejo ao participar de audiências públicas e até mesmo das sessões ordinárias da Câmara Municipal, um monte de discursos sem aprofundamento, palavras jogadas apenas para agradar a uns poucos, falta de consistência e de projetos concretos. Nestes primeiros meses de 2009, muito pouco ou quase nada foi apresentado pelos nossos representantes de projetos e ações que possamos dizer que trouxeram concretude para o município. Muita falácia, acusações e tentativas de uma guerra infrutífera entre os vereadores e o prefeito. Em nada essa falsa guerra vai trazer benefícios para o povo e o município.

Já passou da hora dos políticos deixarem de lado os seus interesses pessoais e partirem para a busca de uma agenda conjunta, o entendimento prioritário de que Extremoz e a sua população estão acima de qualquer interesse particular ou de um grupo como vem acontecendo. Se não, poderemos assistir daqui há quatro anos uma grande renovação e o surgimento de políticos realmente comprometidos com Extremoz.

João Medeiros
Jornalista